Notícias

Segunda, 11 Abril 2022 22:35

Dr. Waldevan Alves de Oliveira recebe Título de Cidadão Honorário de Brasília, a propositura é de autoria do Dep. Roosevelt Vilela

A entrega aconteceu durante a comemoração do aniversário de 78 anos do advogado e empresário

Neste sábado (09), o deputado Roosevelt Vilela entregou o Título de Cidadão Honorário de Brasília ao Dr. Waldevan Alves de Oliveira, proposta de autoria do parlamentar na Câmara Legislativa do DF. A entrega aconteceu durante a comemoração do aniversário de 78 anos do advogado e empresário, que contou com a presença de seus familiares e amigos. Na ocasião, Roosevelt o condecorou com o bóton em alusão ao título que, unidos, são uma forma de materializar todo o empenho, dedicação e importante contribuição do empresário para a nossa cidade com a geração de empregos e com o fortalecimento do agronegócio no DF.

Deputado Roosevelt Vilela entrega Título de Cidadão Honorário ao empresário Waldevan Alves de Oliveira, proposta de sua autoria

Durante o evento, Roosevelt Vilela destacou que foi uma honra ter sido o proponente deste título na Câmara Legislativa do DF, tendo em vista a respeitável e importante trajetória do Sr. Waldevan para a capital do nosso País. “Saiba que, se hoje você faz parte do seleto grupo de Cidadãos Honorários de Brasília, é porque o seu árduo trabalho valeu a pena e, além disso, serve de exemplo para todos nós. Parabéns e conte sempre comigo”, enfatizou.

Título de Cidadão Honorário de Brasília

Este título é uma honraria concedida às personalidades naturais de outros Estados e que residem no DF por período superior a quatro anos e que tenham prestado relevantes serviços à capital do País, sendo uma pessoa de notório reconhecimento público, além de possuir idoneidade moral e reputação ilibada.

Como Presidente da Comissão de Segurança da CLDF e da Frente Parlamentar de Agricultura, Pecuária e Hortifrutigranjeiro, o deputado Roosevelt propôs a concessão deste título ao Sr. Waldevan incentivado pelo Presidente da FAPE, Fernando Ribeiro, devido a sua contribuição ao agronegócio do DF e à sua honrosa trajetória. Para ser promulgado, o texto passou por duas comissões na Câmara Legislativa (Comissão de Assuntos Sociais e Comissão de Constituição e Justiça).

De Paraíba para Brasília

Com uma brilhante trajetória, o Sr. Waldevan, oriundo da Paraíba, veio para Brasília em 1968, viajando de pau de arara, desembarcando no Núcleo Bandeirante. Com formação em Técnico em Contabilidade, concluído em Campina Grande, conseguiu seu primeiro emprego na capital do País como “Office Boy” em um escritório de contabilidade, onde assumiu a responsabilidade pelos serviços externos junto aos órgãos do Governo Federal e Governo do Distrito Federal.

Desenvolvendo o seu trabalho com muita dedicação, disciplina e humildade, Waldevan, por conta do seu talento, foi incentivado pelos seus superiores a trabalhar como profissional autônomo, criando o seu próprio escritório. Assim, tomou a iniciativa de alugar duas salas no Setor Comercial Sul, onde passou a prestar serviços a outras empresas. Por ser Contabilista, foi indicado como Vogal da Junta Comercial do DF, Conselheiro do Conselho Regional de Contabilidade e integrante da primeira chapa do Sindicato dos Contabilistas de Brasília, como Tesoureiro no seu primeiro mandato.

Posteriormente, decidiu cursar a faculdade de Direito, no Uniceub. Trabalhando arduamente durante o dia no escritório de contabilidade, passou a frequentar as aulas à noite, concluindo o curso em 1974. Neste mesmo ano, casou-se com a Sra. Rosa Marta, com quem construiu uma família e teve três filhos: Leonardo, Eduardo e Rycardo.

Já como advogado, construiu um admirável legado, sendo, inclusive, representante da Confederação Nacional da Indústria – CNI, Conselheiro do Primeiro Conselho de Contribuintes do Ministério da Fazenda, Conselheiro, Vice-Presidente e membro da Câmara Superior de Recursos Fiscais. Além disso, foi indicado pelo Ministério da Justiça a ser Juiz Arbitral Dos Estados Unidos No Brasil.

O trabalho intenso do empresário possibilitou fazer uma série de investimentos em Brasília, inclusive no setor Agropecuário, onde ao longo de 35 anos, com orientação, incentivo de amigos e apoio irrestrito dos familiares, sobretudo de seus filhos, conseguiu adquirir uma área considerável de terra, que, em homenagem ao nordeste, sua origem, denominou de Fazenda Asa Branca, onde desenvolveu a criação de bovinos, caprinos e ovinos - iniciativa que permitiu a participação em diversas exposições pelo Brasil afora, sendo contemplado com diversos troféus de exaltação às suas criações.

Acesse as nossas mídias, curta, compartilhe:
Whatsapp Facebook INSTAGRAM flirck Twitter Youtube

Mapa do site

FALE CONOSCO

Invalid Input

Invalid Input

Invalid Input

Invalid Input

Search